Quimiweb
Fertilizantes, Adjuvantes & Agroquímicos
soja
preços
saca
dólar
cotação

Soja: preços sobem em apenas três praças; acompanhe a cotação

Canal Rural - Agricultura

Autor

Soja: preços sobem em apenas três praças; acompanhe a cotação

O mercado brasileiro de soja teve um dia de poucos negócios e de preços regionalizados. Chicago, prêmios e dólar recuaram, afastando os produtores, que seguem focados nos trabalhos de plantio.

– Passo Fundo (RS): a saca de 60 quilos seguiu em R$ 172,00

– Região das Missões: a cotação ficou em R$ 171,00

– Porto de Rio Grande: o preço passou de R$ 176,00 para R$ 177,00

– Cascavel (PR): o preço permaneceu em R$ 170,50 a saca

– Porto de Paranaguá (PR): a saca seguiu em R$ 174,00

– Rondonópolis (MT): a saca ficou em R$ 167,00

– Dourados (MS): a cotação avançou de R$ 163,00 para R$ 164,00

– Rio Verde (GO): a saca subiu de R$ 163,00 para R$ 165,00

Chicago e a soja

Os contratos futuro da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a sexta-feira com preços mais baixos, mudando de direção após os ganhos iniciais. O bom avanço da colheita nos Estados Unidos reduziu os ganhos semanais para 0,23% na posição novembro.

A pressão sobre os preços, no entanto, foi limitada pelos sinais de demanda firme pela soja americana. Os agentes destacam, principalmente, a presença dos compradores chineses recentemente.

Os contratos da soja em grão com entrega em novembro fecharam com baixa de 3,50 centavos de dólar por bushel ou 0,28% a US$ 12,20 1/2 por bushel. A posição janeiro teve cotação de US$ 12,30 3/4 por bushel, com perda de 2,75 centavos ou 0,22%.

Nos subprodutos, a posição dezembro do farelo fechou com alta de US$ 3,40 ou 1,04% a US$ 327,40 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em dezembro fecharam a 62,09 centavos de dólar, baixa de 0,49 centavo ou 0,78%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em baixa de 0,74%, sendo negociado a R$ 5,6250 para venda e a R$ 5,6230 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,6250 e a máxima de R$ 5,7550.
Na semana, o dólar subiu 3,14% ante o real.


Leia este artigo com uma
conta gratuita.

Já tem uma conta? Faça Login

Relacionados

Mesmo com tempo seco, Paraná é destaque na produção de quiabo

Mesmo com tempo seco, Paraná é destaque na produção de quiabo

Em Uraí no norte do Paraná, o preço pago ao produtor de quiabo é atrativo e a produção do município representa 7,5% de todo estado

Por Canal Rural - Agricultura

Mais lida: fruto do Cerrado é usado como anti-inflamatório e protetor solar

Mais lida: fruto do Cerrado é usado como anti-inflamatório e protetor solar

Cientistas desenvolveram dois novos produtos a partir dos resíduos do pequi, muito utilizado na culinária na área central do Brasil

Por Canal Rural - Agricultura

Soja: produtor, veja os fatos importantes que marcarão a próxima semana

Soja: produtor, veja os fatos importantes que marcarão a próxima semana

Mercado pode ser impactado com o surgimento de nova variante do coronavírus

Por Canal Rural - Agricultura