Quimiweb
Inovação & Tendências
luiz
interessados
simpósio
hortaliças
fealq

2º Simpósio Agrodigital de Hortaliças

Agência FAPESP

Autor

2º Simpósio Agrodigital de Hortaliças

Início
20/07/2021
Fim
22/07/2021

Agência FAPESP – A segunda edição do Simpósio Agrodigital de Hortaliças inicia hoje (20/07) e irá até quinta-feira (22/07). O evento é promovido pela Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz (Fealq) e coordenado pelo diretor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da Universidade de São Paulo (USP), o professor Durval Dourado Neto.

O programa abordará temas relacionados ao mercado de hortaliças, conceitos de cultivos verticais, manejo de solução nutritiva em sistemas hidropônicos, controle de pragas e doenças em ambiente protegido, além de outras técnicas relacionadas ao tema.

O público-alvo são produtores, estudantes e interessados em geral. As atividades serão transmitidas das 19 horas às 21h30, pela plataforma Doity Play.

Para receber o link de transmissão do simpósio, os interessados devem se inscrever pela página do evento. As inscrições são gratuitas.

Mais informações: https://fealq.org.br/eventos/2o-simposio-agrodigital-de-hortalicas/.
 


Leia este artigo com uma
conta gratuita.

Já tem uma conta? Faça Login

Relacionados

Experimento da bola e do secador de cabelos leva medições de força a novo patamar

Experimento da bola e do secador de cabelos leva medições de força a novo patamar

O conhecido experimento de "levitar" uma bola com um secador de cabelos inspirou uma técnica ultraprecisa para medir forças.

Por Inovação Tecnológica

Processador de luz resolve equações transcendentais na velocidade da luz

Processador de luz resolve equações transcendentais na velocidade da luz

Além de ser ultrarrápido e ter um consumo de energia mínimo, o chip já nasce talhado para tarefas de inteligência artificial.

Por Inovação Tecnológica

Erupção de magnetar libera 100.000 anos de energia do Sol em 0,1 segundo

Erupção de magnetar libera 100.000 anos de energia do Sol em 0,1 segundo

Observatório instalado na Estação Espacial Internacional conseguiu flagrar pela primeira vez a erupção impressionante de um magnetar.

Por Inovação Tecnológica